Início
/
Serviços
/
Cuidados Continuados Integrados
Cuidados Continuados Integrados
Cuidados Continuados Integrados
Unidade de Convalescença

Unidade de Convalescença

Diretor clínico: Hugandy Lorenzo

Enfermeira Coordenadora: Maribel Sobral

Gestora: Susana Tavares

Missão: “Prestar tratamento e supervisão clínica, continuada e intensiva, e para cuidados clínicos de reabilitação, na sequência de internamento hospitalar originado por situação clínica aguda, recorrência ou descompensação de processo crónico”. (art. 13.º DL n.º 101/2006).
A Unidade de Convalescença distingue-se dos restantes existentes no edifício do Hospital principalmente pelo facto das vagas disponíveis na mesma serem do domínio da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, bem como a definição das suas regras gerais de funcionamento.

Visão: Ser uma Unidade de Convalescença de referência na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e um serviço de excelência na instituição. logorncci

Esta unidade de internamento do Hospital do Litoral Alentejano está integrada na RNCCI
Esta unidade destina-se ao utente que na sequência de um episódio agudo de doença (AVC, fracturas…) , se encontram numa situação de dependência, com perda de autonomia que é potencialmente recuperável. Os cuidados prestados tem como objectivo a reabilitação funcional da pessoa.
O período de internamento é de 30 dias.

Onde Está SituadaUnidade de Convalescença - ULSLA

A unidade fica no 2º piso e dispõe de :
25 camas, distribuídas por 6 quartos duplos e 13 individuais todos com casa de banho e chuveiro.
Ginásio, sala de refeições e de lazer.
Equipamentos modernos e instalações adaptadas ás necessidades do utente.
Salas de apoio, de reuniões e gabinetes de trabalho da equipa.

Organizaçãoconvalescenca-ulsla
Ao chegar à unidade é acolhido por uma enfermeira, que lhe fará a apresentação do serviço, da sua organização e responderá as suas questões e duvidas. É feita a entrega deste Guia de Acolhimento.
É observado e avaliado por um médico de medicina interna, um fisiatra, assistente social, terá continuamente cuidados de enfermagem.
Nos dias úteis da semana terá actividades no ginásio com a fisioterapeuta, com a terapeuta ocupacional e terapeuta da fala. Sempre que necessário poderá ser acompanhado por psicóloga.
Será elaborado pela equipa e com o próprio doente um Plano de Intervenção Individual, tendo por objectivo delinear os objectivos e metas de intervenção bem como as actividades a desenvolver para uma rápida recuperação da sua autonomia funcional.

Documentos Relacionados

Guia de Acolhimento

Decreto-Lei 101/2006, de 6 de Junho

 

 

Cuidados Continuados Integrados

Unidade de Convalescença

Diretor clínico: Hugandy Lorenzo

Enfermeira Coordenadora: Maribel Sobral

Gestora: Susana Tavares

Missão: “Prestar tratamento e supervisão clínica, continuada e intensiva, e para cuidados clínicos de reabilitação, na sequência de internamento hospitalar originado por situação clínica aguda, recorrência ou descompensação de processo crónico”. (art. 13.º DL n.º 101/2006).
A Unidade de Convalescença distingue-se dos restantes existentes no edifício do Hospital principalmente pelo facto das vagas disponíveis na mesma serem do domínio da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, bem como a definição das suas regras gerais de funcionamento.

Visão: Ser uma Unidade de Convalescença de referência na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e um serviço de excelência na instituição. logorncci

Esta unidade de internamento do Hospital do Litoral Alentejano está integrada na RNCCI
Esta unidade destina-se ao utente que na sequência de um episódio agudo de doença (AVC, fracturas…) , se encontram numa situação de dependência, com perda de autonomia que é potencialmente recuperável. Os cuidados prestados tem como objectivo a reabilitação funcional da pessoa.
O período de internamento é de 30 dias.

Onde Está SituadaUnidade de Convalescença - ULSLA

A unidade fica no 2º piso e dispõe de :
25 camas, distribuídas por 6 quartos duplos e 13 individuais todos com casa de banho e chuveiro.
Ginásio, sala de refeições e de lazer.
Equipamentos modernos e instalações adaptadas ás necessidades do utente.
Salas de apoio, de reuniões e gabinetes de trabalho da equipa.

Organizaçãoconvalescenca-ulsla
Ao chegar à unidade é acolhido por uma enfermeira, que lhe fará a apresentação do serviço, da sua organização e responderá as suas questões e duvidas. É feita a entrega deste Guia de Acolhimento.
É observado e avaliado por um médico de medicina interna, um fisiatra, assistente social, terá continuamente cuidados de enfermagem.
Nos dias úteis da semana terá actividades no ginásio com a fisioterapeuta, com a terapeuta ocupacional e terapeuta da fala. Sempre que necessário poderá ser acompanhado por psicóloga.
Será elaborado pela equipa e com o próprio doente um Plano de Intervenção Individual, tendo por objectivo delinear os objectivos e metas de intervenção bem como as actividades a desenvolver para uma rápida recuperação da sua autonomia funcional.

Documentos Relacionados

Guia de Acolhimento

Decreto-Lei 101/2006, de 6 de Junho