Início
/
Serviços
Serviços

Unidade de Convalescença
Diretor clínico: Hugandy Lorenzo Enfermeira Coordenadora: Maribel Sobral
Missão: “Prestar tratamento e supervisão clínica, continuada e intensiva, e para cuidados clínicos de reabilitação, na sequência de internamento hospitalar originado por situação clínica aguda, recorrência ou descompensação de processo crónico”. (art. 13.º DL n.º 101/2006). A Unidade de Convalescença distingue-se dos restantes existentes no edifício do Hospital principalmente pelo facto das vagas disponíveis na mesma serem do domínio da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, bem como a definição das suas regras gerais de funcionamento. Visão: Ser uma Unidade de Convalescença de referência na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e um serviço de excelência na instituição. Logotipo Cuidados Continuados Esta unidade de internamento do Hospital do Litoral Alentejano está integrada na RNCCI Esta unidade destina-se ao utente que na sequência de um episódio agudo de doença (AVC, fracturas…) , se encontram numa situação de dependência, com perda de autonomia que é potencialmente recuperável. Os cuidados prestados tem como objectivo a reabilitação funcional da pessoa. O período de internamento é de 30 dias.
Onde Está SituadaUnidade de Convalescença - ULSLA A unidade fica no 2º piso e dispõe de : 25 camas, distribuídas por 6 quartos duplos e 13 individuais todos com casa de banho e chuveiro. Ginásio, sala de refeições e de lazer. Equipamentos modernos e instalações adaptadas ás necessidades do utente. Salas de apoio, de reuniões e gabinetes de trabalho da equipa. OrganizaçãoUnidade de Convalescença Ao chegar à unidade é acolhido por uma enfermeira, que lhe fará a apresentação do serviço, da sua organização e responderá as suas questões e duvidas. É feita a entrega deste Guia de Acolhimento. É observado e avaliado por um médico de medicina interna, um fisiatra, assistente social, terá continuamente cuidados de enfermagem. Nos dias úteis da semana terá actividades no ginásio com a fisioterapeuta, com a terapeuta ocupacional e terapeuta da fala. Sempre que necessário poderá ser acompanhado por psicóloga. Será elaborado pela equipa e com o próprio doente um Plano de Intervenção Individual, tendo por objectivo delinear os objectivos e metas de intervenção bem como as actividades a desenvolver para uma rápida recuperação da sua autonomia funcional. Documentos Relacionados Guia de Acolhimento Decreto-Lei 101/2006, de 6 de Junho    


Profissionais 1
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nulla metus lacus, porttitor sed bibendum quis, congue vel libero. Vivamus eleifend a nibh nec elementum. Aliquam posuere magna at lectus interdum, at ornare eros luctus. Vivamus suscipit sit amet elit at sollicitudin. Phasellus sed vulputate nibh. Aliquam pulvinar enim eu neque cursus dictum. Vestibulum lobortis, nunc efficitur facilisis semper, odio dui porttitor lorem, quis pellentesque erat risus in nunc. Phasellus faucibus, elit quis efficitur vehicula, urna velit efficitur est, ac convallis arcu mi nec mauris. Donec pellentesque tortor ut ornare efficitur. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Suspendisse posuere risus urna, sed placerat ante tempus quis. Pellentesque quis libero sem. Phasellus eu mollis sapien. Suspendisse potenti. Vestibulum rutrum est nec lectus vulputate consequat.